Notícias
INFRAESTRUTURA
Prefeito vai à Casa Civil de SP para viabilizar verbas para o município
16/11/2017 | 18h55
Prefeito vai à Casa Civil de SP para viabilizar verbas para o município

Com objetivo de apresentar diversas demandas para a cidade de Limeira, o prefeito Mario Botion se reuniu com o secretário-chefe da Casa Civil do governo do Estado, Samuel Moreira, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, na última terça-feira (14/11). Entre as solicitações, está a liberação de uma verba no valor R$ 650 mil para aplicar em obras de infraestrutura no município. O recurso é referente a um saldo remanescente de um convênio firmado com o governo estadual no ano de 2016.

De acordo com Botion, Moreira garantiu que o saldo deverá ser liberado assim que houver a finalização do trâmite processual do referido convênio, como por exemplo, a prestação de contas. “É um recurso que poderá ser utilizado, por exemplo, no programa de recapeamento do município”, destacou.

Além do prefeito, participaram da reunião o deputado federal Miguel Lombardi, o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, o deputado Cauê Macris, o vereador Anderson Pereira, e o secretário-chefe de gabinete da prefeitura, Edison Moreno Gil.

No encontro, o prefeito reforçou também o pedido para a implantação de uma passagem inferior na SP-147 (Limeira-Mogi Mirim), na altura do posto Santa Luzia. O dispositivo visa ajudar os produtores rurais que desejam transitar naquela região com seus equipamentos agrícolas.

 

Ainda em relação à rodovia SP-147, Botion destacou para o secretário Moreira a necessidade de inclusão da obra definitiva de acesso à empresa Mahle e ao distrito industrial Aeroporto 2, que necessitará ser refeito por causa da duplicação da SP-147. O secretário-chefe da Casa Civil se comprometeu a levar o pedido do município para a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte (Artesp).

Outro ponto tratado na reunião foi a pavimentação da estrada da estrada rural do” Zé do Pote, a LIM-346. Na oportunidade, o deputado Miguel Lombardi frisou que a obra é um pedido antigo que deve beneficiar empresas e produtores rurais daquela região.

Em relação à área da saúde, o prefeito aproveitou para solicitar ao governo estadual o pagamento de parcelas atrasadas do Programa Santa Casa Sustentável.

Notícias recomendadas para você
BUSCAR NOTÍCIAS