Notícias
PREVENÇÃO
Ação da saúde transforma sala de espera em local de conscientização
21/03/2018 | 16h48
Ação da saúde transforma sala de espera em local de conscientização

A unidade de saúde do bairro Nossa Senhora das Dores 1, em Limeira, promoveu nesta quarta-feira (21), uma palestra sobre a importância do autoexame das mamas e do papanicolau – exame capaz de detectar o câncer de colo de útero. A iniciativa ocorreu na sala de espera da unidade, enquanto as pacientes aguardavam o atendimento médico.

 

Com auxílio de um painel e de mamas artificiais, a enfermeira Celi Soto orientou as pacientes sobre alterações que devem ser observadas durante o autoexame das mamas, como caroços, mamilos irregulares, presença de ondulações ou manchas vermelhas na pele e ocorrência de secreções ao apertar os mamilos. “Esse exame deve ser feito pelo menos uma vez por mês, uma sugestão é realizá-lo sempre no dia do aniversário”, recomendou.

 

Outra questão tratada pela enfermeira foi quanto à área de abrangência do autoexame. “Devemos procurar essas alterações desde as axilas até os mamilos.” Celi também alertou quanto à incidência do câncer de mama entre a população masculina (1% do total de casos da doença, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer – Inca) e salientou a necessidade dos homens também fazerem o autoexame.

 

Na sequência, a enfermeira falou sobre o câncer de colo de útero, causado pelo Papilomavírus Humano (HPV). Ela apresentou os instrumentos usados na coleta do papanicolau, ressaltando que todo o material é encaminhado para análise laboratorial. “Esse procedimento não dura mais do que cinco minutos”, esclareceu.

 

Ela também destacou a alta incidência do câncer de mama e do câncer do colo de útero no mundo. Dados do Inca apontam que o câncer de mama é tipo de câncer mais comum entre as mulheres no Brasil, depois do câncer de pele não melanoma, respondendo por 28% dos casos novos a cada ano, o equivalente 59.700 em 2018, segundo estimativas. Já o câncer do colo de útero é o terceiro tumor mais frequente na população feminina e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no país, com previsão de 16.370 novos casos neste ano.

 

Uma das pacientes que acompanharam a palestra, M.C.D., de 39 anos, disse que aprovou a iniciativa. “Nós nunca damos a devida atenção à saúde. Achei interessante assistir à palestra aqui, porque estamos sempre atrasados”, afirmou.

 

Segundo a enfermeira e coordenadora da unidade, Danúbia Florêncio da Rocha, a ideia é “otimizar” a presença das mulheres no centro de saúde para promover a conscientização sobre o tema. Ela salientou que outras atividades serão desenvolvidas até o dia 28, em comemoração ao mês das mulheres. Confira:

 

Dia 24 (sábado) - das 9h às 15h

A unidade ficará excepcionalmente aberta para coleta do papanicolau. O procedimento será voltado especificamente a 70 mulheres, já agendadas, que estão com o exame atrasado.

 

Dia 26

14h - Palestra com o ginecologista Márcio Fortuce, sobre o tema “Câncer do colo do útero e câncer de mama”

14h30 – Palestra com a enfermeira e especialista em Saúde da Mulher, Elisângela Bueno, sobre “Planejamento familiar e métodos contraceptivos”.

 

Dia 28

Palestra sobre autoexame das mamas e o papanicolau, com a enfermeira

Greice Santos. A atividade também ocorrerá na sala de espera do centro de saúde.

 

O centro de saúde fica na Av. Frei João das Mercês, s/nº, no Parque Nossa Senhora das Dores, 1ª Etapa. Informações podem ser obtidas pelo telefone 3442-5967.

Notícias recomendadas para você
BUSCAR NOTÍCIAS