Notícias
BIBLIOTECA PEDAGÓGICA
Crianças participam de dia nutritivo e fazem lanches naturais com produtos da horta vertical
09/08/2018 | 16h18
Crianças participam de dia nutritivo e fazem lanches naturais com produtos da horta vertical

 

Os alunos da Emeief Limeira participaram, nesta quinta-feira (9), de um dia de alimentação saudável na Biblioteca Pedagógica, no Parque Cidade. Foi o encerramento da Semana Tatiana Belinky, autora de diversos livros infantojuvenis, entre eles o “Que horta”, que incentivou a criação da horta vertical na escola. Com os alimentos colhidos pelos alunos, eles fizeram lanches naturais. A atividade contou com a participação dos pais das crianças e a equipe de Nutrição Escolar da Secretaria de Educação.

Antes de fazerem seus lanches, a professora coordenadora do colégio, Regiane Pietrafesa, falou a respeito do projeto Formando Leitores, existente nas bibliotecas do parque (Pedagógica e Prof. João de Sousa Ferraz) desde 2016. Ela explicou que o projeto é uma forma de incentivar a leitura. “O grande foco é esse, mas também envolvendo outras áreas de conhecimento”, comentou. Segundo a professora, as crianças tiveram que escolher o nome da horta e, para isso, fizeram uma votação, que gerou interdisciplinaridade com a matemática, para a contabilização dos votos. A horta foi batizada de Tatiana Belinky.

Regiane também enalteceu a parceria com a biblioteca pedagógica e a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, que auxiliou no plantio das hortaliças. “Não apenas para o incentivo da leitura, mas também incentivar o consumo de alimentos nutritivos.” Ela reforçou que o apoio dos pais é essencial nesse momento para que as crianças entendam a importância de se alimentarem de forma saudável.

Quem gostou da iniciativa de plantar as hortaliças na escola foi o Jahva da Silva Andrade, de 5 anos. Ele ajudou no plantio dos alimentos e também no cuidado para o crescimento das verduras. No entanto, Jahva é fã mesmo do tomate. Ele contou que ele e a mãe plantaram um tomateiro em casa. “Eu ajudo a regar todas as plantas, inclusive o tomate”, explicou. Ele também falou que aprendeu muita coisa com a atividade. “Aprendi que temos que comer bastante legumes e alface para as bactérias do corpo irem embora.”

A mãe do Jahva, Areia Andrade, explicou que desde cedo inseriu a alimentação saudável no cardápio dos filhos. Ela acredita ser importante acostumar, desde bebê, o consumo de legumes e alimentos naturais. Ela também elogiou a iniciativa da escola e da biblioteca. “Achei maravilhoso o projeto. Ajudou a incentivar ainda mais o meu filho em alimentos que ele tinha mais resistência”, falou. “Eu vou aproveitar essa ideia e fazer uma horta vertical em casa com as garrafas pet. Vai trazer muitos benefícios para nós.”

A técnica em nutrição Fabiana dos Santos foi a responsável por elucidar a importância que os produtos mais saudáveis têm na proteção do organismo das pessoas. Ela contou com o auxílio de três ajudantes: Aninha, Zezinho e Joca, os fantoches que a equipe de nutrição utiliza para expor os benefícios dos alimentos nutritivos. Fabiana cita que é importante a parceria com os pais das crianças nessa atividade. “Quanto mais cedo a alimentação saudável for inserida, melhor para as crianças no futuro”, explicou.

A bibliotecária Taciana Lefcadito Alvares agradeceu a presença dos pais das crianças. Ela também enalteceu a parceria entre a escola e a biblioteca como um incentivo duplo: a leitura e o consumo de legumes e verduras. “Foi uma troca de conhecimentos entre a equipe de nutrição escolar, alunos, pais e professores sobre como fazerem escolhas alimentares saudáveis que ajudem a melhorar a nutrição e a educação das crianças e de suas famílias”, comentou.

Notícias recomendadas para você
BUSCAR NOTÍCIAS