Acessibilidade
14 de abril de 2024

Botion acompanha manutenção na Estrada da Balsa e reforça que via será pavimentada

ESTRADAS RURAIS

Botion acompanha manutenção na Estrada da Balsa e reforça que via será pavimentada

Na manhã desta quarta-feira (10), o prefeito Mario Botion percorreu boa parte dos 9 quilômetros de extensão da Estrada da Balsa para conferir as ações de manutenção da via, que aumentam com a temporada de chuvas. Considerada uma das mais movimentadas do município, a estrada recebe em média oito intervenções anuais. Todo o trabalho é coordenado pela Secretaria de Obras e Serviços Públicos.

Para garantir o bom estado da Estrada da Balsa, que faz parte dos 800 quilômetros de uma intrincada rede de vias municipais e de servidão na área rural, a Prefeitura de Limeira investe aproximadamente R$ 7 milhões ao longo do ano. O valor é empregado no custeio de máquinas, madeira, cascalho e materiais diversos. “Investir na conservação das estradas rurais é uma forma de garantir a qualidade de vida dos moradores e de fortalecer a economia local, facilitando o escoamento da produção agrícola”, afirmou o prefeito.

Ainda em relação à Estrada da Balsa, Botion destacou que a via será asfaltada em breve pelo Governo Estadual. Em setembro, ele reuniu-se com o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Sérgio Codelo, ocasião em que entregou um ofício com demandas de Limeira e região, entre elas, a pavimentação da Estrada da Balsa. “Os projetos de pavimentação dessa via já estão sendo analisados pelo DER”, frisou. “Essa é uma reivindicação que remonta ao primeiro mandato e que será concretizada ainda este ano com a ajuda do governador Tarcísio de Freitas”, completou.

A Estrada da Balsa começa na LIM-159, no final da Av. Dr. Antonio de Luna, no Jd. Lagoa Nova, passa pela LIM-156 e termina na LIM-378. Segundo o secretário interino de Obras e Serviços Públicos, Tikara Okawada, sempre que ocorrem chuvas fortes as equipes entram em campo, em caráter emergencial, para fazer os reparos necessários em pontos críticos. Paralelamente às estradas rurais municipais, ele salientou que o município é responsável pela conservação de 72 pontes de madeira.